Calculadora Gestacional – data de parto

Com a nossa Calculadora Gestacional online pode calcular sua data de parto e descobrir a sua data de gravidez.

Toda mulher grávida e as pessoas ao seu redor costumam estimar quando a criança vai nascer. Isso é necessário para uma série de planejamentos e a calculadora gestacional dá essa informação. Essa calculadora consegue dizer em que data o parto acontecerá e também quando a mulher teve seu óvulo fecundado. Entretanto, as informações da calculadora gestacional são aproximadas.

Como usar Calculadora Gestacional

A calculadora gestacional é conhecida por muitas grávidas e, para saber com 100% de certeza quando acontecerá o parto, basta inserir o primeiro dia da última menstruação. Porém, é necessário que essa gestante não se engane com relação a essa data.

Menstruação

Deve-se usar sempre o primeiro dia e, muitas vezes, pode ser chamada também de período;

Concepção

Esse é o momento de fertilização do óvulo, ou seja, é quando a mulher efetivamente fica grávida. Normalmente, a gestação acontece entre 11 e 21 dias após o começo da menstruação. Sendo assim, compreende-se como a calculadora gestacional funciona para definir a data de concepção: ela simplesmente adiciona entre 11 e 21 à data que a mulher coloca como da última menstruação;

Data do parto

A principal informação fornecida pela calculadora gestacional é a data do parto. Quase todas as pessoas sabem que a gravidez dura até 40 semanas, ou seja, o bebê deve nascer em até 280 dias depois que o óvulo foi fecundado.

Com isso, a calculadora gestacional adiciona os 280 dias ao primeiro dia da última menstruação de forma automática e rápida; dessa forma, ela tem condições de estimar com bastante precisão quando o bebê que está a caminho vai nascer.

Seria bastante trabalhoso contar 280 dias em um calendário a fim de descobrir quando o parto acontecerá: como se trata de muitos números, é bem possível que a pessoa se confunda. Aliás, dependendo de quando a última menstruação ocorreu, a gestante pode precisar de dois calendários diferentes para fazer o cálculo dos 280 dias.

Em vista de tudo isso, a calculadora gestacional é uma forma muito prática de as pessoas saberem com comodidade e rapidez.

Leia também:

Gravidez

A definição de gravidez é algo interessante: significa que existe um ou mais embriões em desenvolvimento dentro do corpo de um mamífero. Diversos animais dessas categorias passam pelo estado de gravidez, como os leões e os cachorros; entretanto, o mamífero cujas gravidezes foram mais estudadas ao longo dos anos é o ser humano.

Quando o bebê está pronto, ocorre o termo de produção, ou seja, o parto. Entretanto, há um período de tempo-base para que isso aconteça:

  • São 40 semanas a partir da última menstruação, o que significa 280 dias a partir do primeiro dia da última menstruação;
  • 38 semanas a partir de quando o óvulo foi fecundado, ou seja, são 266 dias a partir do momento em que o espermatozoide fecundou o óvulo e ocorreu o que é conhecido como concepção.

Por durar nove meses, é bem comum que as pessoas dividam o período de gestação por trimestres. O primeiro trimestre é aquele durante o qual a mãe tem mais riscos de um aborto espontâneo, inclusive porque o bebê ainda está formando as partes mais básicas do seu corpo.

O segundo trimestre tende a ser tranquilo e o terceiro trimestre, por causa do grande tamanho do bebê, costuma trazer um pouco mais de incômodos à mãe, como dificuldade para respirar e para dormir.

É importante salientar que algumas sociedades não consideram o feto um indivíduo até o segundo trimestre da gravidez e, por isso, permitem o aborto voluntário. Além disso, os ginecologistas obstetras monitoram o desenvolvimento do bebê com exames.

Cálculo do período de nascimento esperado (cálculo do ciclo de gestação)

Como é difícil para toda gestante avaliar com precisão o momento da concepção, é medicamente prescrito que a data esperada de nascimento é calculada a partir do primeiro dia do último período menstrual, que é de 280 dias para toda a gravidez e 10 meses de gestação. (28 para cada mês de gravidez). dia). As mulheres grávidas dão à luz dentro de 38 a 42 semanas de gravidez, todas a termo. Como o ciclo menstrual de cada mulher varia em duração, é normal ter uma diferença de 1 a 2 semanas entre a data estimada de parto previsto e a data real de parto previsto. Os principais métodos de cálculo são os seguintes:

1. Calculado de acordo com o último período menstrual:

O mês da última data menstrual é aumentado em 9 ou menos 3, que é o número de meses da data prevista de nascimento; o número de dias mais 7 é a data da data esperada de parto. Por exemplo: a última menstruação da Sra. Gabriela é 13 de março de 2008 e sua data prevista de parto é aproximadamente: 20 de dezembro de 2008. A última menstruação da Sra. Li é 28 de maio de 2008 e sua data prevista de parto é de aproximadamente: 5 de março de 2009 também pode ser calculado a partir do primeiro dia do último período menstrual até o dia 280 é a data prevista de parto.

2. Calculado de acordo com a data do movimento fetal:

Se você não consegue lembrar a última data menstrual, pode calculá-la com base na data do movimento fetal. O movimento fetal geral começa 18-20 semanas após a gravidez. O método de cálculo é: a primipara é o movimento fetal mais 20 semanas; o materno é o movimento fetal mais 22 semanas.

3. Calcule de acordo com a curva da temperatura corporal basal:

O último dia da secção de baixa temperatura da curva da temperatura corporal basal é considerado como o dia da ovulação, e 264-268 dias são calculados a partir do dia da ovulação, ou 38 semanas.

4. De acordo com a verificação de ultrassonografia (modo B):

O médico pode estimar a idade gestacional medindo o diâmetro duplo da cabeça do feto, o comprimento da cabeça até o quadril e o comprimento do fêmur, e extrapolar o período esperado de parto (este método é usado principalmente como uma aplicação de diagnóstico ultrassonográfico do médico).

5. Tempo estimado desde o início da doença de manhã:

A resposta ao enjôo matinal geralmente ocorre na 6ª semana de gestação, ou seja, 42 dias após a última menstruação e, portanto, estima-se que o período de pós-produção seja de 280 dias.

Data de detecção e determinação

O começo da gravidez pode ser determinado de várias maneiras. Uma delas é detectar os hormônios produzidos pela placenta recém-formada. A urina clínica e exames de sangue podem detectar a gravidez dentro de 6-8 dias após a concepção. Os exames de urina em casa geralmente levam de 12 a 15 dias para serem detectados. Ambos os métodos só podem detectar a gravidez e não podem saber a data da concepção. A gravidez também pode ser determinada pela interrupção da menstruação. A interrupção menstrual é mais precoce do que qualquer sintoma de gravidez precoce (como oi). Na verdade, os médicos geralmente calculam o dia da concepção (a “idade” do embrião) no primeiro dia do último período menstrual relatado pela mulher. A menos que haja muito pouca atividade sexual, não há como saber a data exata da concepção.

Como a data da concepção é difícil de determinar, o embrião e o feto só são cientificamente diferenciados e não serão distinguidos na gravidez real. A gravidez pode ainda ser dividida na fertilização do óvulo na trompa de Falópio e posterior implantação.

Parto natural ou cesarianas

O parto natural pode não apenas promover o progresso do processo de trabalho, mas também promover a secreção do leite pós-parto da mãe.

Parto natural da vagina, embora depois de mais de dez horas de dor, mas a vida da criança, imediatamente se sentiu muito relaxado, e logo pode ir para o chão, livre para se mover, dieta, a vida em breve voltará ao normal, você pode ter muito de energia para cuidar de si mesmo, bebê.

O tempo de internação para o parto natural é curto, e a mãe e o bebê podem receber alta do hospital até três dias após o parto. É mais propício à recuperação pós-parto depois de ser cuidado pela família. Também é possível se exercitar logo após o parto, o que também é propício para a recuperação do tipo de corpo.

O parto natural pode estar livre da dor e das desvantagens da cesariana, como risco de anestesia, sangramento devido a cirurgia, trauma, intestino pós-operatório e flatulência.

A longo prazo, é fácil para uma mulher escolher um método contraceptivo após o parto vaginal. Por exemplo, se o anel contraceptivo puder ser colocado precocemente e se for necessária uma gravidez, não há necessidade de se preocupar com o problema de perfuração da cicatriz uterina causada pela curetagem, e isso não ocorrerá devido à cirurgia abdominal. Problemas como endometriose que causa aderências intestinais, incisões na parede abdominal.

O parto natural é causado por um hormônio chamado ocitocina produzido pela glândula pituitária. Esse hormônio não apenas promove o progresso do trabalho de parto, mas também promove a secreção do leite materno pós-parto, o que é propício para promover o relacionamento mãe-filho.

Economize recursos de saúde. A cesariana não apenas consome mais recursos para a cirurgia, mas também limita a escolha de métodos contraceptivos no pós-operatório, que desperdiçam muitos recursos de saúde.

Quer saber se vai ter um menino ou menina? Confira a tabela chinesa abaixo.

Não entende como funciona a tabela? Quer calcular se vai ter uma menina ou um menino, clique na Tabela Chinesa (explicamos passo a passo como calcular o sexo do seu bebê conforme a famosa tabela chinesa)